segunda-feira, 2 de abril de 2012

Aula sobre como escrever cartas, e outras aulas

Aulas Sobre Cores, dias da semana, núimeros, etc:
http://es.calameo.com/read/000377199f0a4b510d679
Aula sobre como escrever uma carta:
http://es.calameo.com/read/00037719968392b447793

Modelos de Recibo de Prestação de Serviço Autônomo
Com o objetivo de auxiliá-lo na Prestação de Serviços - Autônomo, o CRA-SP disponibiliza a seguir, modelo de Recibo de Prestação de Serviços, que pode ser adaptado conforme sua necessidade.

Términos de Negociostitulo-der
   
 
A era dos negócios on demand exige novas formas de pensar, tanto quanto novas tecnologías. As definições contidas neste glossário ajudam a explicar melhor os desafios e as vantagens desse próximo estágio
do e-business.
 
   
barra-tituloCarta de Apresentaçãotitulo-der
   
 
Caros Senhores,
É com prazer que apresentamos a V. Sa. nosso cliente ou representante (nome da pessoa), que vai a essa praça em viagem de negócios. Queira, por gentileza, dispensar-lhe o acolhimento com que sempre tem distinguido nossos apresentados, prestando-lhe as informações necessárias para o bom êxito de suas negociações nessa localidade. Aproveitamos para autorizar que V. Sa. pague ao Sr. nome da pessoa a quantia de valor, contra prova de identidade e recibo.
Atenciosamente,
nome - cargo
 
   
barra-tituloCarta de Agradecimentotitulo-der
   
 
Prezado Senhor,
Manifestamos nossa apreciação pelo excelente trabalho executado pela equipe de consultores dessa empresa, na revisão de todos os controles internos relativos às áreas administrativas. As contribuições feitas pelos membros da equipe serão de grande valia para o aperfeiçoamento dos processos de trabalho que estão sendo utilizados.
Queira, por gentileza, transmitir-lhes nossos cumprimentos.
Atenciosamente,

nome e cargo
 
   
barra-tituloConvitetitulo-der
   
 
Prezado Senhor,
Seu nome tem o prazer de convidá-lo para o motivo do convite, a ser realizado no nome do local, localizado à endereço do local, no dia data, às hh:mm horas. Favor confirmar sua presença pelo telefonenúmero do telefone, com a Srta.nome.
Cordialmente,
nome



Uso dos porques: (Fonte: http://www.portuguesonline.com/nueva-web/america/servicios_dicas_idiomaticas_portuguesonline.php)
O que usar ??

POR QUE / POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ

Observe o correto emprego:

Usa-se por que:

1-Nas perguntas. Exemplo:

Por que preciso me cadastrar?

2-Quando essa forma puder ser substituída por para que ou pelo qualpela qualpelos quais e pelas quais. Exemplo:

Este é o ideal por que luto. (= ... pelo qual ...)
3-Sempre que estiverem expressas ou subentendidas as palavras razão emotivo. Exemplo:

Não sei por que ele faltou. (... por qual motivo ...)

Usa-se por quê

Quando o pronome interrogativo se posiciona no final da frase, ele deve receber acento circunflexo. Exemplos:
Seu amigo não veio por quê?
Ele não veio, mas não sei por quê.
Usa-se porque:
Porque deve ser grafado numa só palavra quando se trata de uma conjunção equivalente a uma vez que, visto que ou pois. Exemplos:
Não fui à escola porque estava doente. (= ... uma vez que... ou visto que ...)
Feche a porta, porque está ventando muito. (= ... pois está ...)
Usa-se porquê

Porquê só deve ser empregado como substantivo. Neste caso, sempre aparece antecedido de um determinante. Exemplos:
Desconheço o porquê de tanta mentiras.
Não aceito mais os seus falsos porquês.


O português, assim como outras línguas neolatinas, apresenta acento gráfico. Toda palavra da língua portuguesa de duas ou mais sílabas possui uma sílaba tônica. Observe as sílabas tônicas das palavras arte, gentil, táxi e mocotó. Você constatou que a tonicidade recai sobre a sílaba inicial em arte, a final em gentil, a inicial em táxi e a final em mocotó. Além disso, você notou que a sílaba tônica nem sempre recebe acento gráfico. Portanto, todas as palavras com duas ou mais sílabas terão acento tônico, mas nem sempre terão acento gráfico. A tonicidade está para a oralidade (fala) assim como o acento gráfico está para a escrita (grafia).
Para você acentuar uma palavra:
1º - Divida-a em sílabas;
2º - Classifique-a quanto à tonicidade (oxítona, paroxítonas, proparoxítonas)
3º - De acordo com sua terminação, encaixe-a nos exemplos abaixo.-
Oxítonas
São assinaladas com acento agudo as palavras oxítonas que terminam em a, e e o abertos, e com acento circunflexo as que terminam em e e o fechados, seguidos ou não de s:
A: já, cajá, vatapá 
AS : ás, ananás, mafuás 
E: fé, café, jacaréES: pés, pajés, pontapésO: pó, cipó, mocotó 
OS: nós, sós, retrós 
E: crê, dendê, vê 
ES: freguês, inglês, lês 
O: avô, bordô, metrôOS: os bisavôs, borderôs, propôs
NOTA
Incluem-se nesta regra os infinitivos seguidos dos pronomes oblíquos lo, la, los, las: dá-lo, matá-los, vendê-la,fê-las, compô-lo, pô-los etc. 

OBSERVAÇÃO: Nunca se acentuam: (a) as oxítonas terminadas em i e u, e em consoantes — ali, caqui,rubi, bambu, rebu, urubu, sutil, clamor etc.; (b) os infinitivos em i, seguidos dos pronomes oblíquos lo, la, los, las — fi-lo, puni-la, reduzi-los, feri-las.

2. Acentuam-se sempre as oxítonas de duas ou mais sílabas terminadas em -em e -ens: alguém, armazém, também, conténs, parabéns, vinténs.
Paroxítonas
Assinalam-se com acento agudo ou circunflexo as paroxítonas terminadas em: i dândi, júri, táxi is lápis, tênis, Clóvis ã/ãs ímã, órfã, ímãs ão/ãos bênção, órfão, órgãos us bônus, ônus, vírus l amável, fácil, imóvel um/uns álbum, médium, álbuns n albúmen, hífen, Nílton ps bíceps, fórceps, tríceps r César, mártir, revólver x fênix, látex, tórax.
NOTAS
a) O substantivo éden faz o plural edens, sem o acento gráfico.
b) Os prefixos anti-, inter-, semi- e super-, embora paroxítonos, não são acentuados graficamente: anti-rábico, anti-séptico, inter-humano, inter-racial, semi-árido, semi-selvagem, super-homem, super-requintado.
c) Não se acentuam graficamente as paroxítonas apenas porque apresentam vogais tônicas abertas ou fechadas: espelho,famosa, medo, ontem, socorro, pires, tela etc.
Proparoxítonas
Todas as proparoxítonas são acentuadas graficamente: abóbora, bússola, cântaro, dúvida, líquido, mérito, nórdico, política, relâmpago, têmpora etc.
Casos Especiais

1
. Acentuam-se sempre os ditongos tônicos abertos éi, éu, ói: boléia, fiéis, idéia, céu, chapéu, véu, apóio, herói,caracóis etc.
2. Acentuam-se sempre o i e o u tônicos dos hiatos, quando estes formam sílabas sozinhas ou são seguidos de s: aí, balaústre, baú, egoísta, faísca, heroína, saída, saúde, viúvo, etc.
3. Acentua-se com acento circunflexo o primeiro o do hiato ôo, seguido ou não de s: abençôo, enjôo,corôo, perdôo, vôos etc.
4. Mantém-se o acento circunflexo do singular crê, dê, lê, vê nas formas do plural desses verbos — crêem, dêem, lêem, vêem — e de seus compostos — descrêem, desdêem, relêem, revêem etc.
5. Acentua-se com acento agudo o u tônico pronunciado precedido de g ou q e seguido de e ou i, com ou sem s: argúi, argúis, averigúe, averigúes, obliqúe, obliqúes etc.
6. Acentuam-se graficamente as palavras terminadas em ditongo oral átono, seguido ou não de s: área, ágeis,importância, jóquei, lírios, mágoa, extemporâneo, régua, tênue, túneis etc.
7. Emprega-se o trema no u que se pronuncia depois de g ou q, sempre que for seguido de e ou i: agüentar, argüição, ungüento, eloqüência, freqüente, tranqüilizante etc.
8. Emprega-se o til para indicar a nasalização de vogais: afã, coração, devoções, maçã, relação etc.

Acento diferencial

O acento diferencial é utilizado para distinguir uma palavra de outra que se grafa de igual maneira. Usamos o acento diferencial — agudo ou circunflexo — nos vocábulos da coluna esquerda para diferenciar dos da direita:
côa/côas coa/coas
(verbo coar) (com + a/as)
fôrma forma
(molde; peça de madeira (limites exteriores da maté-que imita o pé) ria com configuração ou aspecto particular)
pára para (3.ª pessoa do sing. do (preposição) pres. do ind. de parar) péla/pélas e péla pela/pelas (verbo pelar e subst.) (per + a/as) pêlo/pêlos e pélo pelo/pelos (subst. e verbo pelar) (per + o/os) péra pera (arcaísmo-subst. pedra) (arcaísmo-prep. para) pêra pera (subst. fruto da pereira) (arcaísmo-prep. para) pôde pode
(pret. perf. do ind. de poder) (pres. do ind. de poder)
pólo/pólos polo/polos (subst. eixo em torno do (aglutinação da prep. por e qual uma coisa gira) dos arts. arcaicos lo/las)

pôr por (verbo) (preposição)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário